Ensine como Cristo

Um dos pontos curiosos da história de Cristo é que ele gostava de ensinar sentado. Desde a sua infância, nos ensinos aos doutores, Ele fez isso sentado:

E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, ASSENTADO no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os.
Lucas 2:46

Um dos Seus sermões mais conhecidos, o sermão do monte, também foi feito sentado:

E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, ASSENTANDO-SE, aproximaram-se dele os seus discípulos;
E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:
Mateus 5:1,2

Ao ensinar utilizando parábolas:

Tendo Jesus saído de casa, naquele dia, estava ASSENTADO junto ao mar;
E ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se ASSENTOU; e toda a multidão estava em pé na praia.
E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear.
Mateus 13:1-3

No sermão profético, feito pouco antes de Sua morte e olhando para o templo:

E, estando ASSENTADO no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?
Mateus 24:3

No barco:

E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, ASSENTANDO-SE, ensinava do barco a multidão.
Lucas 5:3
Novamente Jesus começou a ensinar à beira-mar. Reuniu-se ao seu redor uma multidão tão grande que ele teve que entrar num barco e ASSENTAR-SE nele. O barco estava no mar, enquanto todo o povo ficava na beira da praia.
Marcos 4:1

No ensino sobre quem é o maior no reino dos céus:

ASSENTANDO-SE, Jesus chamou os Doze e disse: “Se alguém quiser ser o primeiro, será o último, e servo de todos
Marcos 9:35

Ou mesmo no templo:

Ao amanhecer ele apareceu novamente no templo, onde todo o povo se reuniu ao seu redor, e ele se ASSENTOU para ensiná-lo.
João 8:2

E na sinagoga em Nazaré:

E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, ASSENTOU-SE; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele.
Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos.
Lucas 4:20,21

Entretanto, nas sinagogas havia uma cadeira que ficavam na parte da frente.

Cadeira do Moisés de Corazin

Essa cadeira era chamadas de “Cadeira de Moisés”. Era costume ler a Lei e os Profetas (escrituras) em pé e sentar-se nessa cadeira para pregar. Era em uma cadeira como essa que falavam também os escribas e fariseus (Mateus 23:1-3). Essa prática de se assentar em cadeiras para para falar ao povo era uma prática de Moisés (Êxodo 18:13) e, por isso, na época de Cristo, essas cadeiras tinham esse nome.

Embora Cristo, provavelmente, sentou-se na cadeira de Moisés em uma sinagoga para ensinar (Lucas 4:20), Ele repreendeu quem almejava mais o título do que a função de servir (Mateus 23:6-12). O problema não era sentar na cadeira, mas o desejo de ser visto como mais importante que os outros (Mateus 23:5).

Hoje em dia também temos a noção de que um mestre ensina sentado. A palavra cátedra, que é atribuído a um professor que chegou no grau mais alto de docência e conhecimento, portanto, apto a ensinar, tem origem do latim cathedra e significa cadeira. Esse mesmo título é utilizado por autoridades religiosas importantes e é à partir dessa expressão que surgiu o nome catedral como o lugar onde se tem um cátedra. Por exemplo, para a igreja católica, na basílica de São Pedro, temos a Cátedra de Pedro (Cathedra Petri – Cadeira de Pedro) que é utilizado como trono pelos papas. Quando um papa senta nessa nessa cadeira, a teologia católica diz que ele é infalível e, esse momento é chamado de: ex cathedra, que significa, “à partir da cadeira”.

Vemos que Cristo, em Seus ensinos, fazia diferente do convencional, Ele não subia em lugares elevados e nem em cadeiras ou tronos com o propósito de se exibir. Ele sentava em barcos, no chão, se aproximava e trazia nova luz para verdades que haviam sido distorcidas por outros. Esse costume também foi seguido por seus discípulos (Atos 16:13). Podemos observar que na simplicidade e até mesmo sentados podemos iluminar pessoas com o conhecimento revelado por Cristo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.